Feminicídio: homem mata mulher no ABC e esconde corpo na geladeira

18/03/2019

O auxiliar técnico Lucas Alves da Silva Santos, de 24 anos, assassinou sua ex-mulher, a técnica de enfermagem *Engel Sofia Pironato, de 21 anos, nesta segunda-feira, em Santo André, na Grande São Paulo. Ela saiu de casa pela manhã e seguiu para o imóvel onde morava atualmente seu ex-marido, com quem pretendia conversar. Ao chegar ao local, Engel o flagrou usando cocaína.

*Em um dos casos, o ex-companheiro da vítima a matou com golpe de "mata-leão" e a escondeu dentro de geladeira

Segundo a Polícia Militar, houve uma discussão entre eles, seguida de briga, na qual Santos teria aplicado um golpe conhecido como "mata-leão" na ex-mulher. Ao perceber que a jovem havia morrido, o auxiliar colocou o corpo dentro da geladeira e fugiu.

No final da tarde, estranhando a demora de Engel, parentes acionaram a Polícia Militar. Os agentes foram até o endereço, onde perceberam sinais de briga e suspeitaram da geladeira, que estava deitada no chão, como que fora de uso.

O equipamento foi erguido e, ao abrir a porta, os policiais encontraram o corpo da vítima.

Após o crime, Santos seguiu para a casa da irmã e depois solicitou um motorista de uma empresa de transporte de passageiros por aplicativo, com o qual pretendia chegar ao terminal rodoviário. Mas uma testemunha telefonou para o serviço 190 e passou as placas do veículo, que foi localizado na Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, na Vila Pires. Detido, o auxiliar técnico confessou o crime aos policiais.

Segundo familiares, o casal estava separado havia seis meses e brigava constantemente. Santos foi encaminhado ao Primeiro Distrito Policial de Santo André e autuado em flagrante por feminicídio.


Mulher é atropelada e morta a tiros pelo marido em Santo André

18/03/2019 - 11:51

Outro caso semelhante aconteceu  com a diarista Elieide Rodrigues de Oliveira, de 38 anos, foi atropelada pelo companheiro, Manoel Gomes de Oliveira, de 43, que, em seguida, desceu do carro, um Honda Civic cinza, e efetuou disparos contra a mulher. O rime ocorreu no início da manhã desta segunda, no bairro Jardim Rina.

Elieide ainda foi socorrida pelo SAMU e encaminhada ao Centro Hospitalar de Santo André, mas não resistiu aos ferimentos.

Depois de cometer o crime, Oliveira fugiu em direção à Zona Leste da Capital. Acionada por uma testemunha, a PM localizou o Honda após ele ser detectado por um radar inteligente na Avenida Jacu Pêssego, no Jardim Iguatemi.

Cercado, Oliveira teria efetuado pelo menos três disparos contra os policiais, que reagiram. O suspeito acabou baleado e encaminhado pelos Bombeiros ao Hospital Santa Marcelina, no Parque do Carmo, onde permanece internado, em estado grave e sob escolta policial.

Segundo a Polícia Civil, no último dia 14, Elieide havia prestado queixa contra o marido, por ameaça, na Delegacia de Defesa da Mulher de Santo André, mas, como ela não ofereceu representação, a adoção de medidas protetivas ficou prejudicada.

*Informações DGAB.